Fla passeia em Volta Redonda e vence mais um no Carioca: 3 a 0 no Macaé

0
256
Diego comemora: o camisa 35 fez o segundo gol no Campeonato Carioca (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Rubro-Negro marca de pênalti com Diego, tem ajuda de ex-vascaíno Aislan contra e constrói boa jogada para Arão deixar o dele. Macaé resiste apenas no primeiro tempo

Até o fim do primeiro tempo, o Flamengo, apesar de mostrar futebol com toques de bola e movimentação, tinha dificuldades de superar o Macaé. Um pênalti convertido por Diego aos 39 minutos transformou o jogo e o Rubro-Negro goleou mais um adversário no Carioca. Depois dos 4 a 1 sobre o Boavista, em Natal, nesta noite de quarta-feira em Volta Redonda: 3 a 0 – gols de Diego, de pênalti, um contra do ex-vascaíno Aislan e outro marcado pelo meia William Arão. Foi a segunda vitória em duas partidas – sete gols marcados e apenas um sofrido no Carioca.

O estádio Raulino de Oliveira, na Cidade do Aço, recebeu 8.379 pagantes, com 9.829 presentes, com renda de R$ 197.490,00.

O Flamengo é líder do grupo B ao lado do Madureira, com seis pontos ganhos cada um. No próximo sábado, o Flamengo vai à Moça Bonita. O time enfrenta o Nova Iguaçu, que ainda está invicto na competição, mas ainda não venceu. As equipes jogam às 17h, em Bangu.

O jogo
Mais entrosado e com grandes atuações de Rafael Vaz, Everton e Mancuello – o argentino, por sinal, mostrou melhor adaptação na função pelo lado direito -, o Flamengo arriscou chutes de fora da área com Diego e Arão, mas a melhor chance foi em bola parada, na cabeçada de Rafael Vaz. O árbitro errou ao marcar impedimento de Guerrero, que fez o gol e levou cartão amarelo. Outro apito polêmico – que gerou muita reclamação do Macaé – foi o do pênalti. Diego dominou a bola apertado por Aislan e, na interpretação do árbitro, foi derrubado. O camisa 35 bateu e marcou o gol do alívio antes do intervalo.

Com menos de um minuto, o ex-vascaíno Aislan facilitou as coisas para o Flamengo ao cortar cruzamento de Mancuello e fazer contra: 2 a 0. Envolvente pelas pontas, trocando de lado constantemente no ataque, Everton saiu da esquerda e achou o argentino na direita. O goleiro Miltom Raphael cortou, mas Arão marcou no rebote.

Quando o ritmo da partida já estava bem mais devagar, o atacante Everton, que já tinha cartão amarelo, acertou o braço no rosto do defensor do Macaé – o árbitro interpretou como infração intencional e expulsou o jogador do Flamengo aos 29 minutos.

Fonte: GloboEsporte.com

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here