Alex Silva quer assegurar leitos em hospitais públicos para internação de pacientes com cirurgia marcada

Matéria está tramitando na Assembleia Legislativa e visa garantir que cirurgias marcadas sejam realizadas.

Anúncio

A obrigatoriedade de leitos reservados nos hospitais públicos, para a internação de pacientes com cirurgia eletiva previamente marcada e de emergência, que necessitem de cirurgia imediata, é estabelecida pelo Projeto de Lei Ordinário 072/19, de autoria do deputado estadual Alex Silva (PRB). A matéria está tramitando nas Comissões da Assembleia Legislativa.

 Com a medida, o parlamentar defende que os leitos hospitalares deverão ser reservados para pacientes que necessitem de internação direta programada ou não, por período superior a 24 horas, obedecendo a ordem previamente marcada.

 “Infelizmente, hoje ocorre de muitos pacientes ficarem aguardando em fila de espera de no mínimo três meses, e quando chegam no dia da cirurgia, que necessita de internação, acabam não fazendo o procedimento por falta de leitos”, afirmou o parlamentar.

Alex Silva disse que esse fato gera constrangimento para os pacientes, que precisam remarcar a cirurgia e esperar por meses a nova data, podendo voltar a ocorrer um novo adiamento, pelo mesmo problema de falta de leitos.

 “O paciente tem despesas com deslocamento, desgaste emocional e agravamento do seu quadro clínico, devido a ter que aguardar mais uma vez. Recebi relatos de pessoas que já tiveram que remarcar por quatro vezes a cirurgia, por esse problema de falta de leitos para internação.

Fonte: Decom – Ale

Deixe seu Comentário