Alex Silva recebe visita do coordenador de educação para debater causas da violência em escolas de RO

Na busca por entender causas e conseqüências específicas sobre a violência nas escolas do Estado

Anúncio

Casos de diferentes tipos de violência têm se tornado rotineiros e vêm incorporando-se à rotina das instituições de ensino e assumindo proporções preocupantes.

De acordo com o diagnóstico participativo das violências nas escolas, feito pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais em parceria com o Ministério da Educação em 65% dos casos a violência parte dos próprios alunos. Cerca de 15,2% dos professores, 10,6% de pessoas fora da escola, 5,9%, de funcionários e 3,3%, de diretores.




Na busca por entender causas e conseqüências específicas sobre a violência nas escolas do Estado, e estudar formas de coibi-las e evitá-las, além de como auxiliar na transformação social dos alunos, o deputado Alex Silva (PRB) recebeu na manhã de segunda-feira 13, na Assembleia Legislativa, o coordenador do Protagonismo Juvenil da Coordenadoria Regional de Educação de Porto Velho (CRE/PVH), João Berlamino dos Santos juntamente com o coordenador do projeto Namoro Blindado nas Escolas, Pastor Rogerio Silva.

“A escola é vista pela sociedade como um ambiente seguro, porém, os casos de violência nas escolas são assustadores. Acredito que a falta de valores e a fragilidade familiar dos alunos são os maiores motivadores, o que vem impedindo alcançar os objetivos da educação”, afirmou o deputado.

Segundo o João Belarmino, a violência nas escolas está banalizada e o governo precisa buscar alternativas para coibi-lá. “Para isso precisamos de monitoramento, segurança, mas acima de tudo, resgatar fundamentos e valores familiares que foram destruídos”, concluiu.

Fonte: Assessoria