Bando do PCP que divulgou vídeo nas redes sociais troca tiros com a PM durante prisão

Pelo menos outros três criminosos que seriam foragidos conseguiram escapar do cerco trocando tiros com a PM

FOTO: (Richard Nunes/Rondoniaovivo)
Anúncio

A troca de tiros entre a polícia e bandidos aconteceu na noite de segunda-feira (15) em uma propriedade rural na linha 17, na BR-364, sentido Humaitá/AM, após a ponte do Rio Madeira, em Porto Velho (RO). Alexandre G. S., 25, foi preso portando uma arma de fogo e droga.

Pelo menos outros três criminosos que seriam foragidos conseguiram escapar do cerco trocando tiros com a PM.




Policiais militares da Força Tática do 5° Batalhão foram ao local após receberem informações de que um bando de foragidos que divulgou um vídeo nas redes sociais se intitulando do Primeiro Comando do Panda (PCP) e afirmava que ia cometer crimes na capital estava escondido naquela região.

Com a chegada da polícia, a quadrilha passou a efetuar disparos contra os militares, que tiveram que revidar, dando início ao tiroteio. Alexandre logo foi pego com um revólver calibre 38 e uma grande pedra de crack. Os outros bandidos fugiram para a mata. Ninguém foi atingido na troca de tiros.

Através de consulta foi verificado que Alexandre não estava com mandado de prisão, mas os comparsas dele que correram para a mata seriam os mesmos que aparecem em um vídeo amplamente divulgado nas redes socias, inclusive também noticiado no Rondoniaovivo.




No vídeo, o bando que teria acabado de fugir do complexo prisional de Porto Velho afirma que vai roubar motos e fazer “cobranças” – matar rivais.

Alexandre foi encaminhado para a Central de Flagrantes e um motosserra de procedência duvidosa foi apreendido no local. Moradores da região disseram ter visto nos últimos dias a quadrilha desmontando várias motos e depois levando para outro local. “Eles efetuavam disparos no sítio para tentar intimidar a gente”, disse uma testemunha.

Fonte: RONDONIAOVIVO

Comentários