Bolsonaro descobre que Huck abocanhou 20 milhões do MEC e comprou até jatinho?

Notícia que envolve o nome do apresentador da Globo e o presidente do Brasil está distorcida

Anúncio

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, acabou sendo envolvido em mais uma polêmica com o seu nome. Dessa vez, uma notícia garantia que ele teria descoberto que o apresentador Luciano Huck abocanhou cerca de R$ 20 milhões do MEC, o Ministério da educação. Mas será verdade?

A notícia, que não é verdadeira, diz que Luciano Huck, através do Instituto Criar, teria conseguido arrecadar milhões em reais e teria usado esse dinheiro para comprar até um jatinho particular. Os fatos estão, na verdade, um pouco distorcidos.




A notícia gerou grande repercussão, pois envolve dados falsos com verdadeiros, distorcendo o conteúdo. A arrecadação do Instituto Criar e a compra do jatinho não estão ligadas nem pelo mesmo CNPJ – e não há indício que a suposta descoberta tenha sido feita pelo governo federal.

De acordo com o UOL, a verdade na informação é que o Instituto Criar é mesmo de Luciano Huck, que é um dos fundadores. O instituto, de fato, arrecada fundos usando a Lei Rouanet e, ao todo, já arrecadou mais de R$ 20 milhões, mas somados projetos diferentes.

A assessoria de Huck e do Criar explicou que esta é uma das formas de manter os projetos socioculturais da ONG e que, além de todas as informações ficarem disponíveis no site da Secretaria de Cultura, o próprio instituto disponibiliza sua prestação de contas.

Já a compra do jatinho também aconteceu, mas não está ligada ao Instituto Criar. Uma empresa que tem Angélica e Luciano como sócios conseguiu financiamento de mais de R$ 17 milhões para comprar um jatinho. Esse financiamento ocorreu com o BNDES e tem juros de mais de 3% ao mês.

Fonte: 1 News – Fernando B.

Comentários