Ceron abre chamada pública que destinará mais R$ 8 milhões para projetos que promovam a economia de energia

Foto: Assessoria
Anúncio

Está aberta a Chamada Pública de Projetos Eficiência Energética (PEE) da Ceron, empresa do grupo Energisa, cujo principal objetivo é promover a economia no consumo de energia elétrica no estado de Rondônia. Serão destinados mais de R$ 8 milhões para a prospecção de projetos, a serem executados em 2020, que promovam o uso eficiente e racional de energia elétrica e a melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia. Podem participar todos os clientes enquadrados nas tipologias de Comércio e Serviços, Iluminação Pública, Poder Público, Industrial, Serviço Público e Rural.

Os interessados devem cadastrar suas propostas até às 17h (horário de |Brasília-DF) do dia 28 de agosto através do site https://ceron.gestaocpp.com.br/. Nesse site estão disponíveis o edital com todas as regras dos Procedimentos do Programa de Eficiência Energética (PROPEE), lista de documentos necessários, além de informações de apoio para a elaboração do projeto. As propostas passarão por análise da comissão julgadora da Ceron e o resultado está previsto para ser divulgado no dia 1º de novembro.

A gerente da Assessoria de Gestão e Projetos da Ceron, Priscila De Marco, explica que esse é o terceiro edital aberto nesse ano. “Queremos estimular o consumo consciente de energia e possibilitar uma economia real a esses clientes. Por meio dos editais anteriores, 21 municípios foram contemplados com cerca R$ 31 milhões de investimento e as obras devem ser concluídas até dezembro desse ano. Nossa expectativa é alcançar mais localidades, levando mais desenvolvimento e novas possibilidades através da sustentabilidade”, frisou.

Para democratizar o acesso às informações sobre a escolha dos projetos e as regras para participação na Chamada Pública, a Ceron realizará o Workshop de Chamada Pública, no dia 31 de agosto, às 14h, na sede da Ceron, situada na Av. Imigrantes, nº 4.137 em Porto Velho/RO.

Fonte:  Assessoria