DEFICIENTE MENTAL RELATA AO PAI TER SIDO ESTUPRADA DURANTE CONSUMO DE DROGA ENTRE AMIGOS

O fato aconteceu no Bairro Mariana, zona leste da capital.

Foto: Divulgação
Anúncio

Conforme consta em boletim de ocorrência, o pai da jovem solicitou uma guarnição da Polícia Militar nesta terça-feira (14), informando que no último domingo (12), sua filha portadora de deficiência mental saiu de casa, retornando no dia seguinte por volta das 20h.

O pai perguntou para onde a menina foi e ela disse que havia saído com uma amiga para usar entorpecente com alguns colegas. A vítima informou que após usar droga, foi forçada a manter relação sexual com um homem identificado como Mateus da S. de F., 21 anos.




Após o ocorrido, a menina permaneceu no local até a manhã do dia (13). Posteriormente, foi para a casa de uma amiga, cujo nome não soube informar, onde permaneceu até a noite, quando foi para a casa de seu pai.

Ao tomar ciência do ocorrido, o pai da vítima acionou a polícia para que o caso fosse registrado. Os policiais foram com a jovem até o local onde ocorreu o estupro, mas Mateus não foi encontrado.

Deixe seu Comentário