Deputado federal “toca fogo” no PSL e diz que empresário tem carta branca para disputar prefeitura de Vilhena

Secretário regional, no entanto, descarta nome de Bagattoli para 2020.

Foto: Divulgação

Em seu perfil no Facebook, o empresário João Cipriano, que foi candidato a primeiro suplente do empresário Jaime Bagattolia senador no ano passado, divulgou trechos de uma entrevista na qual o deputado federal Coronel Chrisótomo defende a candidatura do vilhenense a prefeito em 2020, pelo PSL.

O parlamentar federal teria disparado contra dirigentes do partido que ameaçam vetar o nome de Jaime, que “como líder do governo Bolsonaro em Rondônia, ele tem carta branca para sair candidato a prefeito de Vilhena”.




As declarações de Chrisótomo esbarram na posição do secretário regional, Nilton Gomes, que fala pelo governador Marcos Rocha no Cone Sul e controla o PSL na região. Em entrevista a este site, Nilton disse que o nome de Bagattoli, como candidato a prefeito pelo partido, está descartado. Lembre aqui.

O próprio Jaime, em entrevista dada ao vivo, reagiu ao boicote do secretário, a quem chamou de “pau mandado”. Mesmo sem confirmar a candidatura, ele insinuou um complô dentro do PSL destinado a eliminá-lo da disputa municipal em Vilhena no ano que vem. Confira aqui.

Ao se posicionar em favor do vilhenense, o deputado federal bate de frente com o governador, e amplia a ala rebelde no PSL. Há um grupo na agremiação que, inclusive, ameaça ir até o presidente Jair Bolsonaro, para que ele resolva as pendências instaladas no seio da sigla.

Fonte: Folha do Sul