Empregado de hospital é preso após engravidar 26 mulheres em ‘estado de coma’

Namorada do zelador o denunciou após uma briga de casal

Foto: Reprodução / Rede Interativa MS
Anúncio

Juan Enrique Rafael Ramirez Rene Lopez, um zelador de 38 anos que trabalha no Centro Médico Bernalillo, foi detido pela polícia nesta manhã desta segunda-feira (26) depois de ser acusado de agredir sexualmente várias mulheres em estado vegetativo na cidade de Albuquerque, nos Estados Unidos.

A polícia foi avisada pela namorada do homem, ela disse aos policiais que ele dormia com mulheres em coma no local de trabalho. O casal discutiu e ela resolveu contar tudo o que sabia em relação ao assunto. Juan disse à namorada que a tinha traído diversas vezes com as mulheres no hospital. Eis o testemunho dela:




“Ele me disse que eu era entediante na cama e que ele conseguia ter sexo sempre que quisesse no seu emprego. Foi aí que comecei a suspeitar. Ele brincava constantemente sobre as pacientes em coma no hospital. Gostava de se gabar pelo fato de poder ‘soltar gases’ na cara delas e colocar música alta sem ninguém dizer nada”, completou.

Vestígios de sêmen e urina foram encontrados pelos inspetores não somente nos genitais das pacientes, mas também em diversas áreas partes do corpo. “144 espécimes de sêmen, urina e fezes foram encontradas nas vítimas, nos pés, pernas, genitálias e especialmente na boca, olhos e orelhas”, afirmou a investigadora forense Diane Tell no relatório.

Por ter ejaculado dentro das vítimas, a administração do hospital concluiu que ele pode ter engravidado 26 das 27 mulheres, com idade entre os 13 e os 43 anos de idade, todas pertencentes ao departamento de reabilitação.

 

Fonte: TopMidiaNews

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here