Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta quinta-feira (28/3)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta quinta-feira, 28 de março, de acordo com cada signo

(crédito: Pixabay/Reprodução)

A FORÇA DAS CRENÇAS

Data estelar: Vênus e Urano em sextil.

Todo ser humano precisa visceralmente acreditar em algo ou em alguém, porque é em torno de sua crença que se elaborará o princípio da realidade, e por mais que a ciência tenha tentado nos salvar da subjetividade das crenças, ela mesma é um objeto de adoração irracional, que se fecha a tudo que não seja palpável objetivamente, contradizendo sua própria funcionalidade como determinadora racional da realidade.

Ao mesmo tempo, nem tudo em que a gente crê é real, mas nossa crença sustenta uma força criadora de realidade onde, provavelmente, não haja nada a não ser uma ilusão, e além disso, como precisamos visceralmente crer em algo ou em alguém, somos sujeitos à influência da desinformação, que promove realidades críveis, apesar de inexistentes. A força e a vulnerabilidade humana residem em seu poder de crer.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

De vez em quando bate uma ponta de angústia indizível, desconectada da realidade em andamento, mas que tem força suficiente para deter seus passos. Procure passar por ela o mais rapidamente possível.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

A pressão que você recebe das pessoas pode até ser muito bem-vinda, porque logo mais seria hora de agir, mas por enquanto continua sendo uma pressão incômoda, porque sua alma precisa pensar melhor sobre tudo.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Talvez tudo ande dando muito mais trabalho que o habitual, mas você não precisa se preocupar com que isso seja um sinal de degradação de seus planos, porque representa apenas uma parte do caminho, bastante pequena.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

O entusiasmo é imbatível, mas só é benéfico para as pessoas que acreditam nele e experimentam esse ardor inconfundível no coração, porque quem testemunha o entusiasmo alheio se sente intimidado com essa força toda.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Siga o fluxo, neste momento é melhor você não forçar absolutamente nada, mas aguardar que os mistérios da vida se apresentem em primeiro lugar, e depois você seguir pelo caminho indicado por esses. Siga o fluxo.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Procure oferecer seus palpites, mas sem esperar que esses sejam seguidos ao pé da letra, porque neste momento você trata com pessoas que pretendem ter ideias próprias, em vez de seguir os passos de alguém. Ou seja, você.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Defenda seus interesses, não deixe isso na mão de ninguém, porque nesta parte do caminho as pessoas andam complicadas demais para terem olhos sábios o suficiente sobre seus assuntos, e não há perspectiva de isso mudar.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/10 a 22/11)

Faça planos e se atenha a esses, porque se ficar improvisando demais, além de perder o fio da meada, perderá também uma oportunidade de fazer as coisas andarem no ritmo produtivo que sua alma pretende. Em frente.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Ande com cuidado, testando o terreno no qual pisa, porque apesar de tudo parecer tranquilo e sossegado, há forças subterrâneas em andamento, que podem subverter toda a lógica com que você enxerga a realidade.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Não é mera casualidade que o estado atual do mundo se caracterize pela divisão e pelo confronto, porque é sabido que quando as pessoas se entendem e unem forças, elas conseguem mudar o mundo. É assim.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Há uma hora certa para se aventurar, há outra certa para ficar em paz, e desfrutar do sossego de não haver nenhum risco envolvido nas situações em que se meter. Agora é hora de você consolidar conforto e segurança.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Sobram ideias, agora é necessário fazer com que passem pelo teste da prática e descartar sumariamente as que não forem compatíveis com esse exercício. Ideias lindas e impraticáveis não devem ocupar seu tempo.


Fonte: Correio Brasiliense