Líbia encontra fossa com 100 vítimas do Estado Islâmico

Vala com cadáveres foi localizada a oeste de Sirte

© Esam Al-Fetori/Reuters
Anúncio

As autoridades da Líbia anunciaram nesta quarta-feira (10) a descoberta de uma fossa comum com “quase 100 corpos” a cerca de 15 km a oeste de Sirte, último reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

A informação foi revelada por meio de uma publicação na página no Facebook do Crescente Vermelho líbio, na qual diz que a exumação das vítimas dos jihadistas ainda está em andamento e o número de cadáveres “pode crescer”.

Segundo porta-voz militar de Sirte, Taha Hadid, a vala comum já havia sido descoberta há algum tempo, mas não havia possibilidade de remover os corpos. Para ele, o Estado Islâmico, que controlou a cidade por um ano e meio, de junho de 2015 a dezembro de 2016, pode ser responsável pelas mortes. Além disso, Hadid notou que o grupo terrorista controlava o campo agrícola em que a vala comum foi encontrada. A cidade de Sirte, autodeclarada um “califado islâmico”, é considerada o último refúgio do grupo terrorista em território líbio. No final de agosto, as forças pró-governo haviam anunciado o início da “batalha final” para retomar de vez a região das mãos dos militantes. (ANSA)

Deixe seu Comentário