Ministro que liberou José Dirceu nega Habeas Corpus à idoso que roubou biscoito para alimentar os netos.

A defesa do idoso alegou que o mesmo é réu primário, e que só cometeu o furto porque não tinha dinheiro para comprar, e seus netos estavam passando fome há dias.

Foto: Divulgação
Anúncio

Isso mesmo, o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, negou um pedido de Habeas Corpus feito pela defesa de um idoso preso por roubar 3 pacotes de biscoito em um supermercado.

Esse mesmo ministro concedeu, nesta semana, um pedido de Habeas Corpus para o petista José Dirceu, condenado pela Lava Jato por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa apos desviar mais de R$46 milhões da Petrobras, com pena de mais de 30 anos de cadeia.

A defesa do idoso alegou que o mesmo é réu primário, e que só cometeu o furto porque não tinha dinheiro para comprar, e seus netos estavam passando fome há dias. Claramente um gesto de desespero, cometeu um pequeno delito para alimentar seus netos, e não deveria ficar preso.




Porém, o ministro negou o pedido, afirmando que como o idoso foi preso em flagrante, deve continuar detido e cumprir pena em regime fechado, pois é isso que está na Constituição, e ela deve ser respeitada.

Agora fica a pergunta: E se fosse você, leitor, que tivesse de decidir entre conceder um pedido de Habeas Corpus nesses dois casos, quem você escolheria? Um idoso, réu primário, que roubou 3 biscoitos para alimentar seus netos, ou o petista corrupto que roubou mais de 46 milhões de reais da Petrobrás e já foi preso 4 vezes? Bom, o ministro Dias Toffoli já decidiu!

Deixe seu Comentário