Número de mortos em desabamento de edifício na Rússia sobe para sete

O Departamento Regional de Emergências, citado pela agência russa Interfax, anunciou que pelo menos 37 pessoas estão ainda desaparecidas

Anúncio

O número de mortos no desabamento parcial, nessa segunda-feira (31), de um edifício de habitação na Rússia, na região dos montes Urais, subiu para sete, segundo um novo balanço feito hoje pelas autoridades locais. O Departamento Regional de Emergências, citado pela agência russa Interfax, anunciou que pelo menos 37 pessoas estão ainda desaparecidas após desmoronamento do edifício na localidade de Magnitogorsk, que teria tido sido provocado por uma explosão de gás.

Um porta-voz do Ministério para Situações de Emergência da Rússia, que num balanço inicial tinha anunciado três mortos, especificou que foram retiradas dos escombros do edifício 12 pessoas, cinco das quais com vida.




O mesmo porta-voz adiantou que os trabalhos de resgate de vítimas foram entretanto suspensos devido ao risco de colapso do que restou do edifício de nove andares.

As operações de resgate estão também sendo dificultadas pelas baixas temperaturas, que rondam os 20 graus negativos em Magnitogorsk, situada no sul dos Urais, não muito longe da fronteira com o Cazaquistão.

O presidente russo, Vladimir Putin, deslocou-se na segunda-feira ao local do desmoronamento e visitou os hospitais para onde foram conduzidos feridos. Com informações da Lusa.

Fonte: LUSA

Comentários