O RISCO DA INSANIDADE COLETIVA

Anúncio

A insanidade ofusca a percepção da realidade, inverte os valores e consagra o egocentrismo. O indivíduo se perde dentro de si. Há um prejuízo individual, embora que em seu meio social, haja um nítido afastamento, isolando-se dos demais. Quando é coletiva, a insanidade toma proporções catastróficas.

Basta olharmos para os países em que os regimes totalitários são aplicados. Alguém lucra com a insanidade coletiva, o ditador. Porque na verdade, o insano não tem o senso de coletividade.

Ele se vê uma deidade e os demais, seus súditos. Para o insano, nada é maior que ele, nem as Leis.

Samuel Costa é pai da Sofia Costa, Graduado em Direito, Pós Graduando em Direito Público e Mestrando em Educação.

Comentários