ORDEM DO PRESÍDIO: Padrasto entrega enteado à polícia e é castigado com tiros nas mãos

Quatro bandidos tiraram o homem de dentro de casa, deram tiros nas duas mãos dele e o abandonaram em rodovia

Foto: Divulgação
Anúncio

Um homem de 36 anos foi socorrido às pressas nessa quinta-feira (04) ao aparecer em uma Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Rondonópolis (220 km de Cuiabá) com as duas mãos feridas por tiros.

A equipe médica logo socorreu a vítima e acionou a Polícia Militar. Já no local, conforme o boletim de ocorrência, os policiais conversaram com a vítima, que informou ter sido baleado como forma de retaliação por parte de seu enteado, que está preso no Presídio Major Eldo de Sá Corrêa.




O motivo de o enteado ter mandado o “castigo” para o padrasto é que foi ele quem, há alguns meses, denunciou o enteado para a Polícia Judiciária Civil e, por causa da denúncia, o rapaz foi preso com drogas e uma arma.

Segundo o relato da vítima, desde a prisão do enteado, a mãe do rapaz e companheira da vítima vem tramando com o filho uma emboscada contra o companheiro.

Nessa quinta-feira (04), por volta das 21h40, quatro homens, sendo dois armados, sequestraram a vítima dentro de casa, colocaram-na dentro de um VW Fox de cor branca com vidro dianteiro trincado e a levaram para a MT-270.

Na saída para Guiratinga (330 km de Cuiabá), os suspeitos atiraram uma vez em cada uma das mãos da vítima e fugiram, abandonando a vítima sozinha e não sendo mais vistos. Baleado e desesperado, o homem foi andando até a UPA, onde pediu socorro.

Policiais mostraram fotos de possíveis suspeitos para o padrasto ferido e ele reconheceu um dos homens que atiraram nele, um morador da região da Grande Vila Operária, em Rondonópolis.

Até o registro da ocorrência ninguém havia sido preso.

Fonte: O LIVRE

Comentários