Outubro Rosa – SIMERO adere campanha nacional que alerta sobre câncer de mama

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é de 60 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens

Anúncio

O mês de Outubro é especial para a classe médica e de muita luta para combater uma doença que atinge milhares de vítimas: o câncer de mama.

“O câncer de mama não atinge só as mulheres, afeta os que estão ao seu redor, como familiares e amigos. É de suma importância, nós, como médicos, levantar essa bandeira do Outubro Rosa que alerta para a necessidade do diagnostico precoce da doença, além de conscientizar sobre a importância da mamografia e do autoexame fazerem parte da rotina feminina.” Relatou Flávia Lenzi, Presidente do Sindicato Médico de Rondônia.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é de 60 mil novos casos por ano em mulheres cada vez mais jovens. Quanto Mais cedo, porém, o diagnóstico, mais chances de cura, cerca de 95% de probabilidade de recuperação total.

No início desta semana, o Ministério da Saúde apresentou um balanço das mamografias feitas no país. Entre 2011 e 2012 houve um aumento de 16% nas demandas de exames feitos, passando de 1.839.411 para 2.139.238. Na faixa de prioridade, que vai dos 50 aos 69 anos, o aumento foi de 21%. Existe tratamento para o câncer de mama por meio do Sistema Único de Saúde.

Movimento Outubro Rosa

O movimento conhecido mundialmente como Outubro Rosa iniciou-se na década de 90, nos Estados Unidos para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. A data é celebrada todos os anos com o intuito de compartilhar informações sobre a doença e promover a conscientização sobre a importância do diagnóstico precoce. No Brasil, a primeira manifestação partiu de um grupo de mulheres, em 2002, com a iluminação rosa do Obelisco do Ibirapuera em São Paulo.


Fonte: Assessoria

Deixe seu Comentário