Padrasto ameaça estuprar adolescente e depois tenta matar a menina e a mãe dela

O suspeito foi preso ao retornar à casa das vítimas, um dia após o crime

Foto: Divulgação
Anúncio

Um homem de 40 anos foi preso nesse domingo (14) acusado de tentar matar a companheira, de 45 anos, e a enteada, de 15 anos, com golpes de faca e tiros, depois de se declarar apaixonado pela adolescente e dizer que iria ter relações sexuais com ela.

O caso aconteceu no sábado (15) na cidade de Juína (740 km de Cuiabá) – e o suspeito foi preso somente no domingo, quando retornou à residência e deu de cara com a polícia.




Conforme informações da Polícia Militar, as vítimas relataram que o suspeito chegou em casa embriagado e ficou com ciúmes da enteada. Nesse momento, o homem disse que estava apaixonado pela menina e que iria ter relações sexuais com ela na cama da companheira, mãe da adolescente.

Segundo a Polícia Civil, os adultos tiveram uma discussão e o homem pegou uma faca e foi para cima da companheira e da filha dela. Com medo, as duas se trancaram no quarto.

O suspeito, então, pegou uma arma calibre 12 e ameaçou matá-las. Para se protegerem, mãe e filha pularam a janela do cômodo e fugiram, ouvindo ainda o acusado atirar três vezes – os disparos atingiram a TV, um aquário e um cadeado.




As vítimas sofreram diversas escoriações pelo corpo, chamaram a Polícia Militar e foram atendidas por uma equipe do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

A princípio, o suspeito conseguiu fugir, porém, no outro dia retornou à casa e foi preso. Ao detê-lo, os policiais encontraram uma espingarda artesanal e uma lâmina de aproximadamente 20 centímetros. O suspeito, que já possuía passagem anterior por homicídio, agora será indiciado por posse ilegal de arma de fogo e tentativa de feminicídio.

 

Fonte: O LIVRE (Com Assessoria)

Comentários