Pai castra padre depois que ele abusou sexualmente de sua filha de nove anos de idade

Um pai fez justiça com as próprias mãos e castrou um padre depois de saber que supostamente ele tinha abusado sexualmente sua filha de nove anos; o pároco não resistiu os ferimentos a acabou morrendo.

Os eventos ocorreram em 30 de setembro do ano passado. na cidade de East London, na África do Sul, quando o religioso, identificado como Mase Malgas, de 66 anos, foi brutalmente agredido em sua residência.




Uma testemunha no caso, identificado como Constable Lundi Nqwelo foi convocado por procuradores da República e declarou que o acusado foi informado pela sua ex-esposa que sua filha havia sido estuprada por Malgas, que pregou na Igreja Anglicana St. Phillips no subúrbio de Gompo.

Imediatamente, o pai, sua ex-companheira e um amigo saíram em busca do suposto agressor e, quando chegaram a sua casa, atacaram-no brutalmente.

De acordo com Nqwelo, o acusado que não foi identificado para proteger a identidade de sua filha também golpearam Malgas e tentou a castrar, mas apenas lhe causou profundas feridas na área genital.

Após o ataque brutal, os três acusados levaram o padre à delegacia de Scenery Park, esperando que ele fosse preso por abuso da criança; No entanto, quando tomaram conhecimento da situação, as forças de segurança transferiram imediatamente a vítima para o hospital, onde a sua morte foi posteriormente relatada.

Relatórios médicos confirmaram que a menina foi vítima de abuso sexual, mas que os resultados do teste de DNA não confirmaram que Mase Malgas era responsável.

O pai da menina foi negado fiança e enviado para uma cela antes de seu julgamento começar, o que acontecerá nos próximos dias.

Fonte: Amazoniaqui

Comentários