Porto Velho elege mais da metade dos deputados federais

A eleição para federal desse ano também foi atípica: pela primeira vez Rondônia terá três representantes do sexo feminino – Mariana Carvalho (PSDB), Jaqueline Cassol (PP) e Silvia Cristina (PDT)

Foto: Via Rondônia
Anúncio

O eleitor de Porto Velho aprendeu a ser um pouco bairrista como os do interior do Estado e dessa vez acertou na mão: elegeu cinco dos oito deputados à Câmara Federal, mas deixou um pouco a desejar na escolha dos representantes da Casa de Leis, elegendo apenas cinco deputados estaduais.

Essa escolha tem um impacto considerável no desenvolvimento da capital. As emendas parlamentares de deputados federais e estaduais são as que financiam em boa parte projetos importantes como obras de infraestrutura nos municípios. Cidades com boa representação geralmente são mais desenvolvidas.




A eleição para federal desse ano também foi atípica: pela primeira vez Rondônia terá três representantes do sexo feminino – Mariana Carvalho (PSDB), Jaqueline Cassol (PP) e Silvia Cristina (PDT) e apenas três dos atuais representantes conseguiram se reeleger: Mariana, Expedito Netto (PSD) e Léo Moraes (Podemos).

Porto Velho deu a vitória ainda ao ex-prefeito Mauro Nazif (PSB) – que parecia estar morto politicamente após sua trágica gestão à frente da Prefeitura e elegeu o militar da reserva, Coronel Chrisóstomo (PSL), que talvez tenha sido a maior surpresa dentre os oito eleitos para a Câmara Federal.

Comentários