Vídeo: PM quebra o braço de dirigente do PT que usava camisa ‘Lula Livre’

No vídeo abaixo é possível ver o momento exato que tudo aconteceu, o dirigente petista estava totalmente imobilizado, mas um PM se aproximo e por trás quebrou seu braço.

Anúncio

Geovani Doratiotto, presidente do diretório municipal do PT em Atibaia, teve o braço quebrado por um policial militar. Conforme é mostrado no vídeo abaixo, Geovani estava já na delegacia do município e a companheira dele, Pham Dal Bello informou que a agressão foi cometida neste último domingo, dia 3.

O casal estava curtindo o Carnaval em Atibaia, conforme relatou Pham, quando Giovanni teria sido provocado por um policial e tudo isso só porque o dirigente petista usava uma blusa com a frase ‘Lula Livre’. O clima esquentou e o petista acabou sendo levado para a delegacia e foi quando teve o braço quebrado, mesmo depois de já ter sido imobilizado.




Em seu perfil no Facebook, Pham desabafou e fez uma grave denúncia, contando que o grupo deles já havia sido criticado por algumas pessoas defensoras de Jair Bolsonaro e Geovani até chegou a ser agredido. Ela disse que os policiais colocaram duas algemas no companheiro e que apertaram ao máximo só para ficar machucando.

Pham relatou ainda que viu diversos policiais defendendo as agressões cometidas contra Geovani só porque ele usava uma camiseta escrita ‘Lula Livre’. “Meu companheiro teve o braço quebrado por um policial por questionar as lesões e uso de duas algemas, quebraram o úmero e ele perdeu o movimento dos dedos“, denunciou a companheira do ativista.

Fonte: 1 News

Comentários