24 mil litros de óleo atingem o Rio Negro, em Manaus

Cerca de 24 mil litros de óleo foram despejados no Rio Negro na madrugada domingo (31), após o tanque de uma carreta que transportava emulsão asfáltica vazar durante uma tentativa de furto. De acordo com o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), o caso aconteceu no bairro Santo Antônio, na Zona Oeste de Manaus (AM).

Segundo o ‘G1’, com informações do órgão, quatro carretas com tanques abastecidos estavam estacionadas na entrada do porto de São Raimundo e uma delas foi alvo da tentativa de furto.




Os tanques estavam carregados com um a substância chamada RRC2, que seria levada para o município de Santarém (PA). Na tentativa de furto, o produto de uma das carretas escorreu pela avenida e desceu por um boeiro, desaguando no Rio Negro e tomando boa parte da margem do porto.

“Alguém abriu a válvula de segurança do caminhão e o material vazou. Entrou na galeria pluvial e caiu no rio Negro. Afetou a floresta e o rio de forma significativa”, explicou ao site o chefe de fiscalização do Ipaam, Hermógenes Rabelo.

É possível ver uma espessa camada de óleo na água e na vegetação à margem do rio.

A empresa responsável será punida por não ter acionado o sistema de emergência. “A empresa será autuada pelo dano que provocou. Vamos ter que redimensionar de quanto será a multa porque ainda não sabemos o dano”, disse o analista ambiental do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Daniel Abrahão do Nascimento. De acordo com ele, a empresa pode perder a licença de transporte do material.

Uma equipe de emergência conteve o vazamento e espalhou areia sobre o asfalto. Agora, uma barreira de contenção deverá ser montada para impedir que o óleo se espalhe.

A Rede Amazônica, afiliada da TV Globo, entrou em contato com o responsável pelas carretas, mas ainda não obteve retorno.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Comentários