Após prender mulher acusada de espancar vítimas durante assaltos em Vilhena, polícia descobre que comparsa dela foi morto

Cadáver do foragido, encontrado em Costa Marques, apresentava perfuração

Foto: Divulgação
Anúncio

A Polícia Civil de Vilhena prendeu, na manhã da segunda-feira, 23, uma mulher de 32 anos suspeita de estar envolvida em roubos com uso de violência em Vilhena. Ela e seu parceiro estavam sendo procurados, mas, Daniel D. L., 29, foi morto em Costa Marques no dia 09 de março.

Valéria B. S. foi encontrada em uma casa onde se escondia e confessou os crimes que aconteceram nos dias 28 de fevereiro e 01 e março, quando ela e Daniel invadiram casas e agrediram os moradores.




Quanto a Daniel, ele foi morto no dia 09, após sofrer um acidente em Costa Marques. O criminoso foragido havia sofrido um acidente de moto, mas, apresentava uma perfuração aparentemente de faca na cabeça e o corpo foi arrastado para dentro de uma vegetação. Até então, ele era considerado indigente.

As investigações sobre a morte do assaltante apontam que ele teria sido perseguido enquanto pilotava uma moto, mas, o veículo não foi encontrado no local onde o corpo estava; apenas carenagens ficaram jogadas na rodovia.




A Polícia Civil de Costa Marques irá investigar a morte de Daniel. Já Valéria ficará a disposição da Justiça. A suspeita confessou seus crimes, e também assumiu já ter passado por uma pessoa carente para pedir ajuda nas ruas de Vilhena.


Fonte: Folha do Sul

Deixe seu Comentário