Clubes ameaçam ir ao STJD para liberar jogadores convocados à seleção

Os pedidos valem tanto para os convocados para a seleção sub-17 quanto para a sub-23

© Reuters
Anúncio

Flamengo, Vasco e Fluminense não gostaram de ver seus jogadores na lista de convocados das seleções brasileiras – principal, sub-23 e sub-17 – e podem recorrer à Justiça esportiva para conseguir a dispensa dos atletas. O trio é uma exceção aos demais clubes, que informaram ao Estado que não pedirão a desconvocação de seus jogadores.

O Flamengo avisou que não vai ceder o meia Reinier para o Mundial Sub-17, que acontecerá no Brasil de 26 de outubro a 17 de novembro. O clube vai pedir a liberação à CBF e caso não consiga amigavelmente promete ir ao STJD.

O Vasco também buscará liminar judicial para liberar Talles Magno do Mundial. O Flu vai pedir à CBF a liberação do lateral-esquerdo Caio Henrique e do volante Allan, chamados para amistosos do time sub-23.

“A gente perde o Gabriel, o Rodrigo Caio, e tem a situação do Reinier. A seleção principal é data Fifa, o que nos impossibilita de tomar uma atitude. Mas na (seleção) que a gente entende que existe uma possibilidade de questionamento (a sub-17) o Flamengo fará. O clube não quer liberar o Reinier. Todos foram avisados, inclusive o atleta”, afirmou nesta semana Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo.

Apesar de ser reserva, o clube entende que deve pedir a desconvocação, pois já se sentiu prejudicado por ter Gabriel e Rodrigo Caio na lista de Tite – os dois devem desfalcar o Flamengo em dois jogos do Brasileirão: contra o Atlético-MG, em 10 de outubro, em casa, pela 24.ª rodada, e contra o Athletico-PR, no dia 13, pela 25.ª, fora.

O caso do Vasco é ainda mais prejudicial, pois Talles é atualmente um dos principais jogadores do elenco. “Vamos perder um jogador importante por até dez jogos. O clube forma, paga salário, isso, aquilo, e falta à CBF entender a necessidade. Estamos numa posição de buscar manter o time na primeira divisão e eles estão radicais. Não liberaram (o jogador)”, reclamou o técnico Vanderlei Luxemburgo.

No Fluminense, Allan e Caio Henrique foram convocados pelo técnico André Jardine, para os amistosos da seleção sub-23, contra Venezuela e Japão, no Recife, nos dias 10 e 14 de outubro. Os dois se apresentam no dia 7 e ficam até o dia 15. Com isso, podem desfalcar o clube em três jogos: Cruzeiro (dia 8), Bahia (12) e possivelmente Athletico-PR (15).

“Como se trata de partidas amistosas e levando em consideração a situação que o Fluminense se encontra, era preciso ser mais bem avaliada (a convocação dos dois atletas). São dois jogadores insubstituíveis para nós. Aliás, eu tinha planos de um substituir o outro se fosse o caso. Perderão dois jogos muito importantes para jogar amistosos”, disse o técnico Oswaldo de Oliveira.

Na entrevista coletiva logo após a convocação, o coordenador de seleções da CBF, Branco, informou que os jogadores sub-17 não serão liberados da equipe. “Eles vão se apresentar no dia 7 junto com todo o grupo. Não seria justo com o restante do grupo liberá-los e prejudicaria nosso trabalho. Não tenho dúvida de que todos estarão dia 7. O grupo inteiro.”

A reportagem do Estado procurou o Superior Tribunal de Justiça Desportiva para saber se já havia recebido pedido de dispensa de jogador feito por algum clube, mas não recebeu resposta até o fechamento da edição. A assessoria de imprensa da CBF informou que não recebeu solicitação de dispensa de jogadores da sub-23, mas não respondeu se já havia chegado alguma requisição em relação aos atletas que vão ao Mundial Sub-17.

FLAMENGO E VASCO JÁ PEITARAM A CBF – Flamengo e Vasco já tiveram casos parecidos nos últimos meses. No início do mês, o rubro-negro não liberou Reinier para amistosos da seleção sub-17 na Inglaterra e conseguiu no STJD autorização para escalar o jovem meia na partida contra o Avaí. O jogador foi titular e marcou um gol na vitória por 3 a 0, na 18ª rodada do Brasileiro.

Em agosto, o Vasco já havia obtido a liberação do STJD para escalar Talles Magno no clássico contra o Flamengo, após o atacante não se apresentar à seleção sub-17 para amistosos em Goiânia. Ele foi titular na derrota por 4 a 1.


Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Deixe seu Comentário