Com 40 milhões de seguidores em seu canal, youtuber anti-Bolsonaro dispara contra senador de Rondônia: “vá para o inferno”

Felipe Neto criticou Marcos Rogério por tentar impedir vídeo

Foto: Divulgação
Anúncio

“Senador Marcos Rogério, o senhor é uma vergonha como representante do povo! Um lambedor de botas do Presidente! Um integrante do centrão, defendendo Jair Bolsonaro com todas as forças na CPI. Tome vergonha nessa cara! Pedindo pra não mostrarem vídeos na CPI! VÁ PRO INFERNO!”

A postagem acima foi feita ontem, no Twitter, pelo youtuber Felipe Neto, cujo canal na rede social já ultrapassou os 40 milhões de seguidores, e foi endereçada ao senador Marcos Rogério, do DEM de Rondônia.

O parlamentar rondoniense, segundo a acusação de Felipe Neto, teria tentado impedir a divulgação de um vídeo que constrangeria o ex-chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência da República, Fábio Wajngarten, que estava sendo ouvido na CPI da Covid instalada no Senado por determinação do STF, a fim de investigar denúncias contra o governo federal, governadores e prefeitos durante a pandemia.




Marcos Rogério e outros três senadores são considerados da base do presidente Jair Bolsonaro na CPI, e o defendem das acusações feitas pelos outros sete, que são independentes ou da oposição.


Fonte: Folha do Sul

Deixe seu Comentário