Concurso Ministério da Economia abre inscrições com 350 vagas! Até R$8.300!

Os profissionais aprovados e contratos vão receber uma remuneração no valor de R$8.300, por jornada de 40 horas semanais.

Foto: Ministério da Economia
Anúncio

O novo edital de concurso do Ministério da Economia 2020 visando o preenchimento de 350 vagas temporárias tem inscrições abertas. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) tem a responsabilidade do certame.

De acordo com o documento publicado, todas as  chances são para atividades técnicas de complexidade gerencial, com a seguinte distribuição entre os cargos:

  • Especialista em gestão de projetos (50);
  • Especialista em infraestrutura de Tecnologia da Informação-TI (50 );
  • Especialista em ciência de dados (50);
  • Especialista em segurança da informação e proteção de dados (50);
  • Especialista em análise de processos de negócios (50);
  • Especialista em experiência do usuário (50); e
  • Especialista em desenvolvimento de software (50).

De acordo com o documento publicado, para concorrer a uma das vagas será necessário ter nível superior em Informática ou Computação ou graduação em qualquer outra área de formação, mas com pós-graduação em Informática Computação, além de experiência profissional superior a cinco anos ou título de mestrado ou doutorado na área.

Os contratos terão prazo de, no máximo, quatro anos. Os profissionais aprovados e contratos vão receber uma remuneração no valor de R$8.300, por jornada de 40 horas semanais.

Inscrição Concurso Ministério da Economia

Os interessados em concorrer a uma das vagas deverão se inscrever entre 10 horas do dia 21 de agosto e 18 horas do dia 02 de setembro, por meio do site do Cebraspe. A taxa de inscrição custará R$60.

Provas Concurso Ministério da Economia

O concurso Ministério da Economia vai contar com provas objetivas e títulos. O primeiro exame do concurso está marcado para o dia 11 de outubro, em locais e horários que serão divulgados no dia 30 de setembro.

As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Brasília-DF, Belém-PA, Florianópolis-SC, Recife-PE, Rio de Janeiro-RJ e São Paulo-SP.

A avaliação vai contar com 120 questões, do tipo certo ou errado. Serão cobradas 70 questões de Conhecimentos Específicos e 50 de Conhecimentos Gerais, sendo eles:

  • Língua Portuguesa;
  • Língua Inglesa; e
  • Raciocínio Lógico.

O edital informa que será aprovado na objetiva o candidato com nota igual ou superior a dez pontos em Conhecimentos Gerais, a 21 pontos na parte Específica e a 36 pontos no conjunto das provas.

  • Órgão: Ministério da Economia
  • Banca: CEBRASPE
  • Requisito: nível superior
  • Remuneração: R$8.300
  • Inscrições: de  21 de agosto a 2 de setembro
  • Provas: 11 de outubro

Ministério vai abrir outro edital

No dia 12 de agosto, o Ministério da Economia teve um novo edital de processo seletivo autorizado. De acordo com o documento, divulgado no Diário Oficial da União, o certame será para o preenchimento de 39 vagas temporárias.

De acordo com o texto, os profissionais contratados vão desenvolver atividades técnicas especializadas no âmbito da Comissão Especial de Extintos Territórios Federais de Rondônia, Amapá e Roraima (CEEXT) do Ministério da Economia.

As vagas do edital do Ministério da Economia serão oferecidas para atividades técnicas de complexidade intelectual, de nível superior. As oportunidades serão para ingresso nas seguintes áreas:

  • Direito (37 vagas); e
  • Arquivologia (02).

De acordo com a lei que regulamenta o edital, os salários devem chegar a R$ 6.130.


Fonte: Noticias Concursos

Deixe seu Comentário