Datafolha: para 57% da população, golpe de 1964 deveria ser desprezado

Maioria acha que a data não tem que ser comemorada; 36% afirmam que ela merece celebração, como defende Jair Bolsonaro

© REUTERS
Anúncio

A maioria da população brasileira acredita que a data que marcou o início da ditadura militar no Brasil, o dia 31 de março de 1964, não deve ser comemorada, conforme aponta a pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (6).

Para 57% dos 2.086 entrevistados pelo instituto entre terça (2) e quarta (3), a data do golpe que levou o país a um período de exceção de 21 anos deve ser desprezada.

Segundo o Datafolha, a parcela dos que acham o contrário, que a data merece comemorações, como defendeu o próprio presidente Jair Bolsonaro no mês passado, é de 36% dos brasileiros.

Outros 7% não souberam responder ou não quiseram opinar sobre o tema.

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Comentários