Denúncia anônima leva polícia a localizar objetos que teriam sido a causa da morte de pastor evangélico em Vilhena

Mesa e bancos estavam abandonados em região de mata na zona rural

Foto: Divulgação
Na noite de ontem, a Polícia Militar encontrou, na área rural de Vlhena, abandonados numa região de mata, a mesa e os bancos que teriam motivado a assassinato de um pastor evangélico de 42 anos.

Anúncio

Os objetos estavam ao lado de uma estrada vicinal na Linha 135, nas proximidades da subestação da Eletrobras a poucos metros do entroncamento da BR 364 que dá acesso à cidade de Colorado do Oeste.

Uma denúncia anônima levou o Núcleo de Inteligência da Polícia Militar até o local exato em que o material havia sido deixado. Antes de recolher a mesa e os bancos numa viatura, os militares acionaram um perito da POLITEC, que colheu informações e detalhes técnicos para embasar a investigação.

Na noite de 11 de janeiro, o pastor Odemir Santos Gomes foi morto a tiros na Linha 135, a cerca de 20 km da cidade, numa área que reúne membros da Associação dos Pequenos Produtores Rurais do Vale do Rio Avila (ASPROVA) e o cadáver só foi encontrado na manhã de seguinte (LEMBRE AQUI).

Na ocasião, o religioso percebeu que a casa do irmão estava sendo saqueada e resolveu abordar os ladrões. Após matarem Odemir, os marginais levaram a mesa de quase 4 metros e os bancos. Os marginais, no entanto, deixaram para trás a moto da vítima executada, de maior valor.


Fonte: Folha do Sul

Deixe seu Comentário