Dona de casa é torturada e quase morta carbonizada com os filhos após negar sexo

A mulher desesperada conseguiu tomar o isqueiro da mão do marido e um dos enteados pegou o frasco de álcool

Foto: Ilustrativa
Anúncio

Sob a acusação de agredir e torturar a esposa de 34 anos por ter o desejo de manter relação sexual negado, um homem de 39 anos foi preso na manhã desta segunda-feira (07) em uma residência localizada no bairro Mariana, na zona Leste de Porto Velho (RO).

As informações obtidas pelo Rondoniaovivo (https://rondoniaovivo.com/) através da ocorrência policial dão conta de que o homem ficou furioso após a mulher dizer que naquele momento não iria fazer sexo com ele.

O acusado violento investiu contra a esposa com socos, chutes, jogou álcool nela e nos enteados dizendo que ia matar todos carbonizados.

A mulher desesperada conseguiu tomar o isqueiro da mão do marido e um dos enteados pegou o frasco de álcool, impedindo uma possível tragédia.

A Polícia Militar foi chamada e prendeu o acusado em flagrante. Mesmo na frente dos policiais, o homem ainda proferiu ameaças contra a esposa. Ele foi apresentado na Central de Polícia.


Fonte: RONDONIAOVIVO

Deixe seu Comentário