FUTEBOL NA TV: Globo e SBT formalizam propostas e disputam direitos do Campeonato Carioca

FERJ deve decidir nos próximos dias, mas as duas emissoras são consideradas as favoritas na disputa

Foto: Divulgação
Anúncio

Desde que o SBT resolveu entrar na briga pelos direitos esportivos no Brasil em 2020, a emissora de Silvio Santos surpreendeu pela agressividade na hora de bater de frente com a Rede Globo. Desde que conseguiu a Copa Libertadores por três anos, o canal quer mais. Por isso, o próximo alvo da briga entre as duas gigantes já está definido: o Campeonato Carioca.

A reportagem apurou que o Grupo Globo e o SBT já apresentaram propostas oficiais para a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) para adquirir os direitos de transmissão da competição. A entidade analisa as ofertas e interesses de outros grupos e deve tomar uma decisão definitiva já nos próximos dias.

Nos bastidores, as duas propostas são consideradas as principais favoritas para obterem o êxito nas negociações. No entanto, a oferta do SBT chama a atenção pelo formato diferenciado. As transmissões seriam realizadas no canal da TV aberta, no canal da TV Ferj no Youtube e em um formato pay-per-view numa parceria entre a emissora e a FERJ, algo similar ao que a Conmebol vem realizando no Brasil.

Os direitos do Campeonato Carioca pertenciam à Rede Globo, que optou por rescindir o contrato em meio ao imbróglio da MP do Mandante e a briga com o Flamengo. O rubro-negro não possuía vínculo com a emissora e optou por transmitir em outros meios, algo que desagradou o grupo de comunicação que adquiriu os direitos exclusivos antes da medida provisória.

No entanto, a emissora voltou atrás após a nova fórmula do campeonato ser divulgada, trazendo menos datas e sendo considerada mais atrativa ao público. Fontes relataram a reportagem que, mesmo sem revelar detalhes, a oferta do Grupo Globo é considerada ‘muito boa’.

O SBT transmitiu um jogo da final da Taça Rio em 2020 graças a MP do Mandante, já que o Flamengo não possui contrato firmado com a emissora e decidiu não ceder seus direitos televisivos à Globo na época. O resultado do experimento, marcando um retorno ao mercado esportivo depois de 20 anos, foi um sucesso.

Com uma política de redução de custos durante a pandemia, a Globo rescindiu alguns contratos de direitos televisivos para tentar negociar reduções em novos vínculos. Entretanto, as partes não chegaram a um acordo. Com a Copa Libertadores, a Conmebol firmou vínculo com o SBT e viu uma oportunidade de abrir seu canal pay-per-view no Brasil. A emissora paulista entrou de vez no mercado esportivo, fez contratações de nomes expressivos e já adicionou até um programa de debate de futebol, o Arena SBT, em sua programação.

Procurada, a FERJ declinou comentar sobre o assunto. O SBT e a Globo não responderam os pedidos de posicionamento até a publicação da matéria. Caso se posicionem, a matéria será atualizada com seus devidos posicionamentos.


Fonte:  O DIA