Garçom de 20 anos é alvejado a tiros enquanto trabalhava; atirador chegou em moto, não tirou capacete, abriu fogo e fugiu

Vítima sofreu intenso sangramento e foi levado a hospital por Bombeiros

Fotos: Claudemir Sabino
Anúncio

Um garçom de 20 anos, identificado como Webert Marques Gomes, foi vítima de um atentado a bala na noite desta segunda-feira, 01, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, em Vilhena.

O jovem estava servindo uma mesa na lanchonete Café Patrão, onde trabalha, quando chegou ao local um homem alto e branco. Ele se aproximou e disparou três vezes contra a vítima.




Os tiros atingiram o garçom no pescoço, que foi “varado” pela bala; um segundo disparo pegou na perna de Webert, onde o projetil ficou alojado. O terceiro acertou uma das paredes do estabelecimento.

Após o ataque, o atirador fugiu numa moto “barulhenta”, aparentemente uma Honda Bros. Ele permaneceu de capacete durante o tiroteio e as testemunhas não conseguiram ver seu rosto.

Por causa da intensa perda de sangue, o garçom alternava momentos de consciência com apagões. Ele foi levado ao Hospital Regional por uma viatura do Corpo de Bombeiros.

A Polícia Militar enviou viaturas ao local e realizou diligências, mas o autor da tentativa de homicídio ainda não foi localizado.


Fonte: FOLHA DO SUL ONLINE

Deixe seu Comentário