Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta terça-feira (15/2)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta terça-feira, 15 de fevereiro, de acordo com cada signo

(crédito: Pixabay/Reprodução)
Anúncio

É surpreendente que nossa humanidade ainda não tenha aprendido a lição das guerras mundiais do século passado, e que continue flertando com que só por meio da brutalidade se possa consertar a civilização.

É surpreendente que, com absoluta naturalidade, imaginemos que poderíamos desfrutar de qualquer coisa parecida com bem-estar pessoal enquanto fingimos que não percebemos que o domínio de uma parte da humanidade sobre a outra é a base de todas as injustiças que, dia mais, dia menos, batem em nossa porta ou se esgueiram em nossas casas através dos relacionamentos, cancelando nosso bem-estar pessoal.

O conserto da civilização só poderá vir quando empenhemos o mesmo esforço com que buscamos bem-estar pessoal, para conquistar o bem-estar social. Uma boa sociedade é o apoio do bem-estar pessoal.




ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Apesar de ser este um momento de ação, essa há de se basear num mínimo de planejamento, porque há tanta coisa envolvida, tantas pessoas, que não seria sábio de sua parte se lançar à aventura sem um mínimo de reflexão.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

De acordo com o que você vem percebendo nos últimos tempos, a realidade como você a conhecia deixou de existir, e se abre pela frente uma grande incógnita, porque não há como entender o que vem por aí. Mas, vem vindo.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

Agora, você chegou na situação em que não dá para voltar atrás e fingir que nada demais aconteceu. Agora, você chegou no momento em que há de se assumir alguns riscos, sem nenhuma certeza de se tudo dará certo.

CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

Os entendimentos que podem acontecer entre as pessoas não abrem o caminho para que todo mundo fique conformado. Disputas continuará havendo, porque os assuntos em questão não podem ser resolvidos na sua totalidade.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

Evite gastar tempo demais se queixando da dificuldade de realizar até mesmo as coisas simples, que normalmente seriam feitas no automático. Isso acontece apenas para você deter a ansiedade e observar melhor a realidade.




VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

Há coisas interessantes em andamento, de onde surge um entusiasmo fora do comum, dado o cenário do mundo em que acontece. Porém, há algo de real em tudo que se sugere atualmente, algo que merece maior atenção. Em frente.

LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Apesar de não parecer ter sentido nada do que acontece, dando a impressão de tudo ser uma loucura, a alma pressente que há alguma ordem oculta nessa loucura toda. Vale a pena se dedicar a encontrar esse sentido.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

Quando a poeira das especulações abaixar, você terá uma percepção mais clara do momento atual, que é cheio de purpurina, tudo muito promissor, mas sem grande consistência. Aguarde por sinais mais concretos.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Nem sempre é possível perceber direito o verdadeiro valor dos acontecimentos em curso, porque a alma está tão envolvida neles que não tem distanciamento suficiente para observar o panorama amplo. Isso virá depois.




CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

Não importa quais, o que importa é que você tome consciência dos reais objetivos que pretende realizar. A lucidez ajudará você a tomar, neste momento, decisões que resultarão em grande impacto existencial.

AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

A leveza e a alegria são os antídotos contra os perrengues, inclusive porque com esse tipo de estado de ânimo muitos desses nem são percebidos, passam em brancas nuvens. Nada mais importante do que essas virtudes.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

Esta, que você vive, é uma época complexa, que não admite comportamentos simplistas, como se tudo pudesse ser reduzido a uma ideia ou uma tendência. A complexidade é a mistura de tudo, uma espécie de angu.


Fonte: Correio Brasiliense

Deixe seu Comentário