Joe Biden e Kamala Harris são escolhidos Pessoa do Ano pela revista Time

A dupla de democratas assumirá o poder em 20 de janeiro de 2021, após derrotar o presidente Donald Trump e seu vice, Mike Pence, nas eleições de 3 de novembro

© Getty Images
Anúncio

O presidente-eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, e sua vice, Kamala Harris, foram escolhidos Pessoa do Ano de 2020 pela revista Time.

A dupla de democratas assumirá o poder em 20 de janeiro de 2021, após derrotar o presidente Donald Trump e seu vice, Mike Pence, nas eleições de 3 de novembro.

“Juntos, eles ofereceram restauração e renovação em uma única chapa”, disse a Time sobre Biden e Harris na reportagem em que anunciou a sua escolha para Pessoa do Ano. “E a América comprou o que eles estavam vendendo: após o maior comparecimento às urnas em um século, eles acumularam 81 milhões de votos (fora os que ainda estão sendo contados), mais do que em qualquer outra eleição presidencial, superando Trump em cerca de 7 milhões votos e virando cinco estados-chave.”

A revista também ressalta as diferenças de “geração, raça e gênero” entre Biden e Harris –ele, que é branco e tem 78 anos, será o presidente mais velho da história dos Estados Unidos, enquanto ela, 56, será a primeira mulher e a primeira pessoa negra a ocupar a Vice-Presidência.

A dupla promete reconciliar os Estados Unidos após os turbulentos anos do governo Trump, mas enfrenta a resistência crescente de alas à esquerda dentro do próprio partido Democrata. Além disso, Biden e Harris tomarão posse em meio à terceira onda da Covid-19, doença que já matou mais de 292 mil pessoas no país, e terão de responder à crise econômica da pandemia.

Segundo a Time, os outros candidatos ao título de Pessoa do Ano eram Trump; os profissionais de saúde em conjunto com o doutor Anthony Fauci, principal especialista em doenças infecciosas do governo americano; e o movimento por justiça racial, que tomou as ruas dos Estados Unidos após policiais matarem George Floyd em maio.

OS ÚLTIMOS ESCOLHIDOS PARA PESSOA DO ANO 2019:

Greta Thunberg
2018: ‘Os guardiões’ (jornalistas perseguidos)
2017: Movimento contra o assédio
2016: Donald Trump
2015: Angela Merkel
2014: Equipes que combatem o vírus ebola
2013: Papa Francisco
2012: Barack Obama
2011: ‘O manifestante’ (pessoas que protestaram contra líderes autoritários, como na Primavera Árabe)
2010: Mark Zuckerberg


Fonte: FOLHAPRESS

Deixe seu Comentário