Jovem de 25 anos tenta defender mulher agredida pelo marido e é morto a facadas

Foto: Divulgação
Anúncio

Policias da 4ª Delegacia de Polícia (Guará) prenderam um homem de 34 anos que matou um jovem, de 25, a facadas. A vítima teria tentado defender a mulher do agressor de violência doméstica, mas acabou morrendo no local. O crime ocorreu na QE 40, no Guará 2, em via pública, na madrugada deste domingo (21/11).

Inicialmente, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) averiguou o local, após uma possível ocorrência de Lei Maria da Penha, mas não encontrou os envolvidos. Próximo dali, os policiais viram um homem esfaqueado sendo atendido por socorristas do Corpo de Bombeiros (CBMDF). A vítima não resistiu aos ferimentos no tórax.




Segundo a investigação, a vítima chegou ao local para defender uma mulher que sofria agressões físicas e violência doméstica constantemente. Nesse momento, o autor, com uma faca, golpeou o peito do homem diversas vezes.

O criminoso tentou fugir, mas acabou perseguido por conhecidos da vítima, que o agrediram fisicamente. O homem está internado em estado grave em uma unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital de Base do DF.

Segundo a PCDF, o acusado será transferido para o sistema prisional assim que tiver alta médica. Caso o criminoso seja condenado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, estará sujeito a penas de 12 a 30 anos de reclusão.


Com informações via Metrópoles

Deixe seu Comentário