Leopardo negro é fotografado na África pela primeira vez em 100 anos

Desde 1909 que a sua presença não era confirmada

© Reprodução - Facebook - Zoo San Diego
Anúncio

Uma equipe do jardim zoológico de San Diego, nos Estados Unidos, captou uma rara imagem de um leopardo negro – também conhecido como pantera negra – no Quênia, na África. A CNN reportou que esta foi a primeira vez em cerca de 100 anos que o felino foi fotografado e assim sua presença no continente africano foi confirmada.

O último registro de um leopardo negro na África foi feito em 1909 na Etiópia.

Nick Pilfold, cientista do zoo de San Diego, refere que captaram a imagem do leopardo negro por mera sorte. A equipe colocou várias câmeras na selva para registrar a população de leopardos perto do Loisaba Conservancy, em Laikipia, no ano passado.




Foi nessa época que começaram a falar que um leopardo havia sido visto nas redondezas.

“Intensificamos a instalação de câmeras nas áreas relatadas. Em poucos meses fomos recompensados com múltiplas observações”, conta Nick Pilford, que lembra que a maioria destes animais vive no sudeste asiático.

A confirmação deste leopardo fêmea foi publicada no African Journal of Ecology.

Veja também: Menino indiano tem doença rara que deixa o rosto coberto de cabelo

Fonte: NOTÍCIAS AO MINUTO

Deixe seu Comentário