Ligação entre narcotráfico e governo Lula pode ficar clara após extradição de ‘El Pollo’ Carvajal aos EUA

Foto: Divulgação
Anúncio

Hugo ‘El Pollo’ Carvajal, ex-chefe da inteligência da Venezuela e protetor das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), tendo sido apoiador logístico que ajudava a enviar toneladas de cocaína para o continente norte-americano, está mais perto de ser extraditado da Espanha para os EUA.

Na última sexta-feira (26/11), a Terceira Seção da Câmara Criminal do Tribunal Superior Nacional da Espanha, reuniu-se e considerou as garantias fornecidas pelos Estados Unidos suficientes para proceder à extradição . Os Estados Unidos acusam o ex-militar venezuelano de tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e colaboração com as FARC colombianas e querem aprofundar as investigações de como atuava o apoio logístico de Carvajal ao narcotráfico mundial.




Confissão do Esquema

Carvajal, que foi preso em setembro de 2021, em Madri, e era considerado o fugitivo mais procurado dos Estados Unidos por tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e colaboração com as forças armadas revolucionárias da Colômbia, as FARC, deu a declaração à justiça espanhola por meio de uma carta enviada ao juiz Manuel García-Castellón.

O general chavista disse que os governos de Hugo Chávez e Nicolás Maduro enviaram dinheiro a partidos e políticos de esquerda de países europeus e da América Latina, incluindo o Brasil, a Argentina e a Bolívia.

Lista de políticos citados no documento de Pollo Carvajal enviado ao juiz Manuel García-Castelló;




Além de Lula, Néstor Kirchner, na Argentina; Evo Morales, na Bolívia; Zelaya, em Honduras; Ollanta Humala, no Peru; Gustavo Petro, da Colômbia; Fernando Lugo, do Paraguai; Movimento Cinco Estrelas, da Itália e o partido Podemos (extrema esquerda na Espanha) estariam na lista de beneficiários do dinheiro ilícito.

“Enquanto eu era diretor de Inteligência Militar e Contrainteligência da Venezuela, recebi muitos relatórios que mostravam que esse financiamento internacional estava acontecendo.”

Ele fez essas revelações em um documento que foi enviado à justiça espanhola e relata como era feito o envio do dinheiro à Espanha. Segundo ele, o dinheiro era transportado para a Europa em malas diplomáticas, isto é, um sistema de correspondências entre governos e o corpo diplomático no exterior. Esse tipo de envio não permite violação.

O ex-chefe do Serviço Secreto venezuelano ainda destacou que tem meios para provar o esquema ilegal de financiamento de partidos de esquerda.

“Tenho informantes que testemunharam diferentes estágios dessa rede. Pedi aos meus advogados que os contatassem, enquanto eu estava na prisão, para perguntar se eles estariam dispostos a atestar meu testemunho, e alguns responderam ‘sim’ sobre concordar em testemunhar perante um juiz.”

Modo de operação de como funcionava o esquema;

Carvajal ainda citou o Itamaraty em suas revelações. “O dinheiro foi transportado pelo informante mais importante que tive nestes casos. O informante recolheu o dinheiro na  Embaixada de Cuba, na Venezuela, e o levou ao Itamaraty (embaixada do Brasil na Venezuela), onde foi recebido por Williams Amaro, então secretário de Nicolás Maduro”, disse Carvajal.




Risco ao PT

No Brasil, o Partido dos Trabalhadores (PT) já sofre com as ameaças de perda de registro. Isso porque, a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) protocolou uma investigação que pode levar à essa perda do registro.

“Nosso pedido ao MP Eleitoral é baseado na denúncia de Hugo ‘El Pollo’ Carvajal, ex-chefe da inteligência militar de Chávez, que afirmou a um juiz de Madrid que Lula e o PT teriam recebido dinheiro venezuelano”, disse a deputada pelo Twitter.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro(PSL-RJ) também utilizou a rede social para pontuar que “pela lei brasileira, o PT tem que ser extinto”.

Em nota, a assessoria de Lula negou que ele tenha recebido dinheiro da Venezuela e que todos do ex-presidente foram quebrados e nenhuma irregularidade encontrada.

Financiamentos e prejuízos

Não se sabe se era exigido contrapartidas e se o Brasil assumiu compromissos para o recebimento do dinheiro vindo do narcotráfico, durante os governos de esquerda. Mas há grandes rastros de lama deixados apontando para tal:




Os governos PT financiaram grandes obras em ditaduras comunistas, por meio do Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES). Entre as obras estão, por exemplo, o Porto Mariel, em Cuba, com um empréstimo de 682 milhões de dólares; o porto de São Francisco, no Equador, que o BNDES enviou uma remessa de US$ 243 milhões e o metrô no Panamá, que contou com US$ 1 bilhão do BNDES.

Os financiamentos deram grandes prejuízos ao BNDES, que até hoje não recebeu o que emprestou às ditaduras comunistas. A dívida de Cuba e da Venezuela ao banco já chega a R$3,539 bilhões.

‘El Pollo’ na Espanha

‘El Pollo’ Carvajal entrou na Espanha em 18 de março de 2019 . Ele foi detido e encarcerado imediatamente porque já estava sob um pedido de extradição dos Estados Unidos. Depois de um mês de prisão, o ex-chefe da Contraespionagem de Hugo Chávez e Nicolás Maduro pediu proteção internacional.

Pouco depois, e enquanto uma decisão estava sendo tomada sobre esta petição, ele foi libertado. Carvajal desapareceu. Foi no dia 9 de setembro que a Polícia Nacional , com informações da DEA -Agência Antidrogas dos Estados Unidos- capturou ‘El Pollo’ em um apartamento localizado na rua Torrelaguna, na capital espanhola .

Em seguida, a Polícia Nacional informou que Carvajal vivia “ totalmente enclausurado, sem sair de casa nem olhar pela janela, e sempre protegida por pessoas de confiança ”.

A prisão ativou seu processo de extradição , que se atrasou devido aos entraves burocráticos que surgiram nas últimas semanas e que se encerram com a decisão que o Plenário do Tribunal Nacional tomou hoje.




A Justiça espanhola aprovou – por 11 votos a favor e 7 contra – a extradição de Carvajal para os Estados Unidos em 20 de outubro . Quando tudo estava pronto – inclusive um avião dos Estados Unidos em território espanhol – para voar no sábado, 23 de outubro, um erro na documentação interrompeu o processo.

Assim, em 22 de outubro, a Terceira Seção do Tribunal Nacional, a mesma que deu luz verde à sua expulsão, expediu despacho no qual, a pedido da defesa de ‘El Pollo’, reconheceu erro formal, foi corrigida e colocou sua própria decisão em espera .


Com informações do artigo investigativo espanhol Ok Diário e Infobae

Deixe seu Comentário