Padrasto aproveita efeito de remédios e estupra enteada com problemas neurológicos

Um homem de 61 anos foi preso nessa terça-feira (14) acusado de estuprar sua enteada, uma mulher de 31 anos com problemas neurológicos, aproveitando-se dos momentos em que ela ficava dopada por remédios.

Os abusos aconteciam dentro da casa da vítima, que fica no mesmo terreno da que o suspeito e a mãe dela moram, no Bairro Santa Catarina, em Cáceres (220 km de Cuiabá).




Conforme o boletim de ocorrência, a vítima relatou que vem sendo abusada sexualmente pelo padrasto há muito tempo e que ele a ameaçava de morte caso ela contasse algo para alguém.

A vítima disse que havia sido estuprada novamente na manhã da segunda-feira (13), por volta das 08 horas, quando o padrasto entrou em seu quarto e supostamente usou a força física para abusar dela.

Foi ressaltado no boletim de ocorrência que a vítima sofre de problemas neurológicos e, por isso, toma remédios do tipo gardenal, que causam grande sonolência, efeito do qual o suspeito tiraria proveito para cometer os estupros.




O acusado foi detido e encaminhado para a delegacia. O caso foi registrado como abuso de vulnerável, devido às condições neurológicas da vítima.

 

Fonte: O LIVRE

Comentários