Servidora da PF é demitida por passar informações sigilosas à traficantes

Ela era agente administrativa classe A, desde 2014

Foto: Divulgação
Anúncio

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, assinou a publicação do Diário Oficial da União com a demissão da ex-servidora da Polícia Federal, Hélida de Oliveira Vaz, no Distrito Federal.

Ela é acusada de repassar à organização criminosa de tráfico internacional de cocaína informações sigilosas da PF. Segundo a corporação, a ex-servidora realizou pesquisas no sistema da PF solicitada pelos traficantes.

Ela era agente administrativa classe A desde 2014. Seu último salário foi de R$ 4.768,72. Em setembro de 2017 ela já havia sido presa na Operação Brabo, realizada no municípios de Águas Claras, suspeita de passar informações a grupo que enviou cerca de 6 toneladas de cocaína à Europa.

Ela foi solta no dia seguinta, após passar por audiência de custódia.


Fonte: VARELA NOTÍCIAS

Deixe seu Comentário