Trump aceita a derrota e fala em voltar em 2024

Anúncio

 O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sinalizou que pode abrir mão da resistência em aceitar a derrota para Joe Biden e planejar outra candidatura à Casa Branca em 2024. “Estamos tentando ficar mais quatro anos”, disse Trump durante uma recepção na Casa Branca na noite de terça-feira (1º), de acordo com um republicano presente no evento. “Senão, vejo vocês em quatro anos”.

Na eleição, que aconteceu no mês passado, o mandatário teve 232 votos no Colégio Eleitoral e Joe Biden (Partido Democrata) alcançou 306. Eram necessários pelo menos 270 votos para um candidato vencer o pleito.

Antes da eleição, Trump vinha sinalizando não reconhecer uma possível derrota alegando possibilidades de fraudes. A mesma estratégia, de não aceitar resultado, foi adotada no Brasil após a eleição da então presidente Dilma Rousseff, em 2014. Candidato do PSDB na época, o atual deputado federal Aécio Neves (MG) tentou sabotar o resultado das urnas.

O resultado da eleição presidencial americano também representou uma derrota para o bolsonarismo. Em várias demonstrações de submissão a Trump, o clã presidencial no Brasil viu que o discurso anti-direitos humanos e o negacionista da pandemia da Covid-19 pelo presidente Trump dão sinais de que não terá penetração na sociedade, americana ou brasileira.

A bandeira de antipolítica, ou salvacionista, adotada por Bolsonaro surtiu efeito apenas na eleição de 2018. Agora, corte de gastos, direitos e investimentos, além da entrega de setores estratégicos para estrangeiros definem o rumo de uma economia arrasada.


Fonte: BRASIL 247