Trump revela que não tomará a vacina por enquanto

Campanha de vacinação tem início nesta segunda-feira nos Estados Unidos

© Getty
Anúncio

Satisfeito por ver que a vacina da Pfizer, contra a Covid-19, já está sendo distribuída por todo o país e congratulando-se por se dar início, nesta segunda-feira, à campanha de vacinação nos Estados Unidos, Donald Trump revelou, contudo, que não fará parte dos norte-americanos que vão ser vacinados.

O ex-presidente dos Estados Unidos, que já teria sido infectado pela doença, recorreu à sua conta de Twitter para dizer que não fará parte do grupo prioritário motivo pelo qual não tomará a vacina… pelo menos para já.

“Os funcionários da Casa Branca devem receber a vacina um pouco mais tarde, a menos que seja especificamente necessário. Pedi que este ajustamento fosse feito. Não estou na lista para tomar a vacina, mas espero fazê-lo no momento apropriado. Obrigado!”, escreveu.

Os Estados Unidos iniciam hoje uma vasta campanha de vacinação contra a covid-19 no país, onde o número de mortes causadas pela doença se aproxima dos 300 mil óbitos.

O governador do Kentucky, AndyBeshear, afirmou que o estado, no leste do país, vai ser o primeiro a vacinar os residentes, menos de 72 horas depois da vacina Pfizer-BioNTechter recebido a “luz verde” das autoridades sanitárias norte-americanas.

Cerca de três milhões de doses vão ser disponibilizadas até quarta-feira, para vacinar perto de 20 milhões de norte-americanos antes do final do ano e 100 milhões antes do final demarço no país, que registrou 1,1 milhões de novos casos confirmados nos últimos cinco dias.


Fonte: NMBR

Deixe seu Comentário