Agente penitenciário é condenado novamente por matar mulher em balneário

Agente penitenciário é condenado novamente por matar mulher em balneário

Foto: Rondoniaovivo
Anúncio

Em novo julgamento ocorrido durante todo no dia e noite de quinta-feira (26) o agente penitenciário William Teodoro, foi condenado a 23 anos e seis meses de reclusão no regime fechado por matar asfixiada e estuprar Maristela Freitas Alves, no dia 08 de setembro do ano passado.

O crime aconteceu no balneário Rio das Garças, na Estrada dos Japoneses, zona rural de Porto Velho (RO).

No dia 02 de maio deste ano ele havia sido condenado a 26 anos de reclusão, mas a defesa conseguiu anular o julgamento alegando que a decisão dos jurados havia sido contrária às provas.


Fonte: RONDONIAOVIVO

Comentários