Após chamar negros de “sujos”, pastor pede perdão: “Atitude infantil”

Líder da Igreja Batista do Calvário em Toledo, no Paraná, Rodrigo dos Santos gravou um vídeo e disse "repugnar" suas próprias palavras

Foto: Divulgação
Anúncio

O pastor Rodrigo dos Santos, líder da Igreja Batista do Calvário em Toledo, no Paraná, usou as redes sociais nesta quarta-feira (17/06) para pedir desculpas pelas falas racistas proferidas por ele e pela esposa, Jessica Maciel, em live nessa terça-feira (16).

“Estou aqui para me redimir de um ato grosseiro no qual eu tenho cometido nesta semana, em um vídeo que está circulando. Tive palavras ofensivas e estou aqui para reconhecer cada uma delas”, declarou.

“Não era minha intenção magoar alguém ou ofender alguma, e de forma alguma ser racista. Mas agi com palavras infantis e estou aqui para reconhecer e repugnar todas as minhas palavras. Peço perdão a todas as pessoas que eu tenha ofendido, em especial a comunidade negra”, disse o pastor.

Entenda

No bate-papo on-line, Rodrigo falava sobre o momento em que viu a esposa pela primeira vez, quando ela decidiu frequentar a igreja. De acordo com ele, a mulher se destacou em meio aos fiéis por ser loira. Ele ainda disse que os negros do local são “encardidos”.

Para quem é de Toledo e sabe, a Igreja Batista do Calvário fica na Vila Pioneira, que é uma região mais pobre. E na região da Pioneira a gente não via loira, como minha esposa”, disse Rodrigo.

“Quando ela veio pro culto, se destacou, porque o pessoal [que frequenta a igreja] é tudo assim, mais classe pobre, moreninho, meio encardido, um povo meio sujo. Mas ela veio e eu pensei: ‘Essa aí é da zona mais nobre da cidade’”, disparou o pastor.

Jessica se divertiu com o comentário. “[Um pessoal] Mais moreno, queimado do sol… Ai que dó!”, disse ela. No Twitter, a live deixou os internautas indignados.


Fonte: Metrópoles

Comentários