Homem que matou ex-esposa e esfaqueou irmão dela é condenado a 38 anos de prisão, em Cerejeiras

Crime aconteceu no ano passado e teria sido presenciado por filha do casal

Foto: Divulgação
Anúncio

Num julgamento que durou cerca de 10 horas, foi estabelecida uma pena duríssima para o homem que cometeu um dos crimes mais violentos da história de Cerejeiras.

Ao fim da sessão, que terminou por volta das 20:30h desta terça-feira, 07, o júri popular condenou o pedreiro Rodrigo Santana da Luz, de 28 anos, que no ano passado assassinou a ex-esposa, Cleidiane Farias Moreira, 27, a facada.

Além de matar ex-companheira, que se recusava a reatar o relacionamento, o construtor também deixou esfaqueado o irmão dela, Aleandro Farias Moreira, que tinha 31 anos na época e ficou em estado grave. A pena fixada chegou aos 38 anos de prisão: 32 anos pela morte da mulher e 06 pelo esfaqueamento do cunhado.

O réu, que foi representado pela Defensoria Pública e já estava preso na Cadeia Pública de Cerejeiras desde a época do homicídio, não terá o direito de recorrer em liberdade.


Fonte: Folha do Sul

Deixe seu Comentário