Horóscopo do dia: confira o que os astros revelam para esta segunda (03/01)

Veja o horóscopo por Oscar Quiroga para desvendar esta segunda-feira, 03 de janeiro, de acordo com cada signo

(crédito: Pixabay/Reprodução)
Anúncio

A coerência absoluta é impossível de sustentar, porque nossas emoções são ambíguas e desencontradas numa boa parte do tempo, resultando que nem sempre nos comportamos do jeito que predicamos.

Isso não há de nos condenar a nenhum castigo na fogueira, mas a nos aceitarmos como entidades complexas e imprevisíveis, além de deixar evidente nossa capacidade de mudar de opinião e ponto de vista.

Contudo, o moralismo arraigado em nossas educações nos faz olhar com desconfiança a incoerência entre o discurso e a prática, a qual, não sendo aberrante demais, há de ser tomada com naturalidade, porque, mesmo desengonçadamente, é uma prova de nossa liberdade.




Enquanto isso, criticar moralmente a incongruência alheia é uma forma oblíqua de censura e de cerceamento da liberdade alheia.

ÁRIES (nascimento entre 21/3 a 20/4)

Quando muito se quer, muito precisa ser feito também, porque não será pela força do pensamento que você atrairá tudo que pretende. Essa parte é importante, mas não definitiva. Definitiva mesmo é a ação, só ela importa.

TOURO (nascimento entre 21/4 a 20/5)

Muitas fichas estão caindo ao mesmo tempo e, talvez, sua alma precise tomar distância do mundo e das pessoas para acomodar as visões que se descortinaram, e que mudam completamente o que, antes, você dava por sabido.

GÊMEOS (nascimento entre 21/5 a 20/6)

O cenário entusiasta dá lugar ao das apreensões que podem, eventualmente, ter saído do lugar de protagonistas, porém, mesmo assim circulam pela alma com força total. Desvalorize e diminua a importância delas.




CÂNCER (nascimento entre 21/6 a 21/7)

A construção de relacionamentos continuará sendo o desafio principal desta parte do seu caminho, um assunto de grande valor, mas também de grandes problemas. Porém, é isso que fará de você uma pessoa melhor.

LEÃO (nascimento entre 22/7 a 22/8)

É diante das adversidades que o ser humano comprova a fibra de que é feita seu caráter. Isso não quer dizer que você deva ter coragem sempre, mas que, diante do temor que paralisa e fragiliza, você fazer o impensável.

VIRGEM (nascimento entre 23/8 a 22/9)

É preciso levar a sério a sensação de que você precisa dar início a algo novo, se envolver num empreendimento que entusiasme. Você não há de se precipitar por isso, mas tampouco deixar passar a chance em brancas nuvens.




LIBRA (nascimento entre 23/9 a 22/10)

Ainda que os assuntos com que você tenha de lidar de imediato sejam velhos e não tenham sido solucionados até agora, mesmo assim você os precisará enfrentar dentro do seu alcance, para que não aumentem de tamanho.

ESCORPIÃO (nascimento entre 23/9 a 21/11)

As palavras são como bumerangues, você as lança e elas retornam a você de maneiras surpreendentes, e com força total. Nem sempre isso acontece pela mesma via de lançamento, às vezes através de caminhos inusitados.

SAGITÁRIO (nascimento entre 22/11 a 21/12)

Se tudo vai dar certo? Nem tudo, porque algumas coisas que você persegue, se dessem certo, arruinariam seu destino, já que sua alma confunde caprichos com desejos reais e verdadeiros. As limitações protegem você.

CAPRICÓRNIO (nascimento entre 22/12 a 20/1)

De uma maneira ou de outra, o que importa é que você tome algumas iniciativas para colocar sua vida em ordem, pondo os pés no caminho das realizações pretendidas. O caminho é mais importante que o destino.




AQUÁRIO (nascimento entre 21/1 a 19/2)

Muitos assuntos profundos hão de ser enfrentados o quanto antes, sem importar se podem, ou não, ser solucionados. Importante mesmo é que você não esconda de si o que precisa ser visto com clareza, honestidade e realismo.

PEIXES (nascimento entre 20/2 a 20/3)

As pessoas dão trabalho e têm vida própria e criatividade suficiente para não seguirem o rumo traçado pelas promessas que fazem. Tenha isso em mente, a imprevisibilidade das pessoas é o inferno, mas também o paraíso.


Fonte: Correio Brasiliense

Deixe seu Comentário