Luciano Hang também é alvo de operação da PF em inquérito contra fake news

Ação cumpre mandados de busca e apreensão contra suspeitos de espalharam fake news e promoverem ataques contra o Supremo Tribunal Federal

Foto: Divulgação
Anúncio

O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan e apoiador do presidente Jair Bolsonaro, é um dos alvos da operação da Polícia Federal deflagrada na manhã desta quarta-feira (27/5).

Ele é investigado no âmbito do inquérito que investiga fake news e ataques contra o Supremo Tribunal Federal (STF). Equipes policiais foram em endereços ligados ao empresário para cumprir mandados de busca e apreensão expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes.

Estão sendo apreendidos computadores, celulares e mídias eletrônicas que possam comprovar os crimes. Ele também está sendo convocado a prestar depoimento junto com Roberto Jefferson, o blogueiro Allan dos Santos e o deputado estadual Douglas Garcia.

De acordo com a PF, estão sendo cumpridos 29 mandados no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.


Fonte: CORREIO BRAZILIENSE

Comentários