Mantida a prisão de marido que assassinou a ex-mulher em Rolim de Moura

Foto: Divulgação
Anúncio

O desembargador Antônio Robles da 1ª. Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia negou o pedido de soltura do microempresário Ismael Correa, de 35 anos, acusado de ter assassinado a ex-mulher Márcia Fernandes Martins, de 30 anos, na noite de 18 de agosto, em Rolim de Moura.

Tão logo praticou o crime, o acusado se apresentou à Polícia e entregou a arma do crime. Foi com essa atitude do acusado que os advogados pediram sua soltura, sob a alegação de que o empresário não é pessoa violenta, e ainda precisa cuidar dos dois filhos menores. Ele está preso desde o dia 19 de agosto.

O desembargador, ao negar a soltura do empresário, disse que, apesar do acusado possuir alguns indicativos favoráveis, a manutenção da prisão é necessária por questões de ´manutenção da ordem pública´, uma vez que trata-se de um feminicídio e a forma como o crime foi praticado denotando ´periculosidade´ do preso.

“Há uma gravidade concreta, pois, até o momento, o que se sabe é que eles (réu e vítima) já não eram mais casados e que o réu pareou o seu veículo com o veículo em que a vítima estava, (ocupando o assento do carona), e efetuou os disparos da arma de fogo que resultaram na morte da vítima, sem chance de socorro.

Os fatos ocorreram recentemente e, como é presumível, causaram um abalo, desordem na sociedade, e uma inquietação social.


Fonte: O OBSERVADOR

Deixe seu Comentário