Mbappé diz que ficou no PSG por amor à França e pede desculpa ao Real

O atleta fez juras de amor à França e pediu para os torcedores do Real Madrid entenderem sua escolha

© Getty Images
Anúncio

O Paris Saint-Germain fez enorme festa nesta segunda-feira para oficializar a assinatura de contrato de Mbappé com o clube até 2025. O jogador foi saudado por muitos fãs do clube no Parque dos Príncipes e teve de explicar sua escolha após estar apalavrado com o Real Madrid. Ele fez juras de amor à França e pediu para os torcedores do Real Madrid entenderem sua escolha.

O atacante da seleção francesa seria o principal reforço do clube merengue e assinaria um milionário contrato de cinco anos. Mas acabou sendo convencido por Nasser Al Khelaifi, presidente do PSG, que na França ele terá totais condições de conquistar tudo o que almeja. Além da vantajosa proposta financeira que ganhou, o clube francês ainda prometeu montar um time ainda mais forte.

“Prometi que, se assinássemos com Kylian Mbappé, também assinaríamos com novos jogadores”, enfatizou Al Khelaifi, nesta segunda-feira. Ainda aproveitou para responder com ironia à provocação de Javier Tensa, presidente da Liga Espanhola, sobre o PSG extrapolar o Fair Play financeiro na Europa. “Talvez Tebas esteja preocupado que a Ligue 1 (Campeonato Francês) se torne mais forte que a La Liga (Campeonato Espanhol), que não é a mesma de três ou quatro anos. Temos Mbappé, ele fica conosco e o resto, sinceramente, não me importo.”

Já o jogador evitou polemizar com os espanhóis. Ao contra´rio, demonstrou respeito e consideração, apesar de deixar muita gente frustrada. O atacante revelou que sua decisão foi tomada somente há uma semana e pediu para os merengues entenderem sua escolha e não ficarem magoados.

“Espero que os torcedores do Real Madrid entendam que eu preferi ficar no meu país. Sou francês e, como tal, quis continuar um pouco mais”, afirmou o jogador de 23 anos. “No ano passado eu queria ir para o Real Madrid. Acreditava que era a melhor decisão. Mas um ano se passou, muitas coisas mudaram no lado esportivo e pessoal”, explicou.

E seguiu na explicação: “Foi uma decisão muito difícil. Tenho respeito pelo Real Madrid e pelo Florentino Perez (presidente do clube). Eles fizeram tudo por mim e tentaram me deixar muito feliz, por isso tive que ligar para ele pessoalmente, temos uma relação próxima”, continuou, revelando que informou ao dirigente sua desistência no negócio.

“Apenas decidi por mim e tomei a melhor decisão”, ponderou. “Uma mensagem para os torcedores do Real Madrid? Quero agradecer, pois sempre me aceitaram como um deles. Entendo a decepção deles e espero que entendam que decidi ficar no meu país.”


Fonte: ESTADAO CONTEUDO

Deixe seu Comentário