Mesmo sem reagir, empresária é morta na frente de familiares por assaltante; veja vídeo

Foto: Divulgação
Anúncio

Um vídeo de câmeras de segurança que está viralizando nesta terça-feira (6) mostram uma cena covarde em que está chocando milhões de brasileiros.

A cena mostra a empresária, identificada como Kariane Veras, sendo morta a tiros por assaltantes, mesmo tendo entregado seus pertences e sem ter apresentado nenhuma reação. O crime aconteceu no município do Piripiri, no Norte do Piauí, na primeira terça-feira do mês de maior (03/05), em uma casa do Residencial Petecas III.




Veja vídeo:

A empresária Kariane chegou a ser socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas ao chegar ao Hospital Regional Chagas Rodrigues não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Conforme as imagens, dois homens tomando objetos, como carteiras e joias, das mãos da empresária e de outras pessoas que estão na casa. Os criminosos gritam e dão ordens para as vítimas de assalto.

Em determinado momento, quando já estão com todos os pertences das vítimas, um dos criminosos aponta a arma para Kariane, que olha para as próprias mãos e não esboça reação. O homem atira e atinge a vítima na cabeça.




O outro criminoso tenta atirar também, mas os tiros falham. Em seguida, ele destrava o revólver e consegue atirar em Kariane, que está no chão.

Depois os dois homens saem da casa, enquanto uma das vítimas arremessa objetos contra eles. Os criminosos fazem disparos na direção das outras pessoas, mas nenhuma delas é atingida, e em seguida fogem.

Envolvido preso

O primeiro suspeito de ter envolvimento na morte de Kariane foi preso na última terça-feira (3). José Edgar Nogueira da Silva foi localizado pela Polícia Militar na cidade de Cocal, a 124 km de Piripiri, pilotando uma motocicleta roubada, e levando consigo os documentos e um aparelho celular que eram de Kariane. Esses pertences foram roubados no dia do assassinato.




Na quarta (4/5), o suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça em audiência de custódia e foi encaminhado para a Penitenciária Mista de Parnaíba. Imagens da audiência de custódia mostram que ele estava com uma camiseta semelhante à que é usada pelo homem que atira contra a empresária.

José Edgar tinha outros cinco mandados de prisão em aberto, expedidos pela Justiça de Cocal, no Piauí, e nas cidades de Aracati e Jaguaruana, no Ceará.


Fonte: Portal CM7

Deixe seu Comentário