Padrasto é preso por matar enteado após não aceitar fim da relação com a ex, em RO

Prisão foi realizada por policiais civis do Denarc. Suspeito já havia sido condenado em 1998 pelo crime de homicídio no Acre.

Foto: Divulgação
Anúncio

Um homem de 46 anos, suspeito de matar o enteado, foi preso pelo Departamento de Narcóticos em Guajará-Mirim (RO) na última terça-feira (15).

Segundo revelou a investigação do caso, o padrasto matou o enteado porque não aceitava o fim do relacionamento com a ex-companheira (mãe da vítima). O crime foi em novembro do ano passado em Porto Velho e, após matar o enteado, o suspeito fugiu para Guajará-Mirim.




A ação para prender o suspeito foi realizada por policiais do Denarc, que estão nas áreas de fronteira e também participam da operação Hórus, em apoio à Delegacia especializada de crimes contra vida (DECCV).

De acordo com o Denarc, o suspeito, já havia sido condenado em 1998 por um homicídio cometido no Acre.


Fonte: G1/RO

Deixe seu Comentário