Vídeo mostra desespero de mulher antes de ser morta pelo próprio marido

Foto: Divulgação
Anúncio

Imagens de câmeras de monitoramento registraram o momento em que uma mulher de 38 anos fugia do companheiro antes de ser morta a facadas. O suspeito de 46 anos foi preso em flagrante por feminicídio e alegou uma suposta traição para cometer o crime. O caso aconteceu na noite do último sábado (06), em São Paulo.

No vídeo, é possível ver Marisa de Sousa Pereira fugindo do companheiro, que está em posse de uma faca, pela Avenida José Pereira Lopes. A mulher passa na frente de carros e entra em uma farmácia em busca de socorro.




Segundo informações do Boletim de Ocorrência, a vítima foi atingida por diversos golpes e ficou com faca cravada no pescoço. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

O ajudante de pedreiro Etevaldo Gama de Oliveira, com quem Marisa tinha uma união estável, tentou fugir após o crime, mas foi contido por testemunhas até a chegada da Polícia Militar. Ele está preso no Centro de Triagem de São Carlos e, até a publicação desta reportagem, ele não tinha apresentado advogado.




De acordo com o B.O., um funcionário relatou que a mulher entrou correndo no local seguida por um rapaz que estava com uma faca. Ela foi para os fundos da farmácia onde foi atingida diversas vezes.

Ainda de acordo com o B.O., o suspeito confessou o crime e alegou que esfaqueou a mulher porque acreditava que ela estivesse o traindo, bem como o fato de ela dizer que iria colocá-lo na cadeia pela Lei Maria da Penha.

O suspeito ainda relatou que, por diversas vezes, disse à vitima: “se você me mandar para a cadeia por Maria da Penha, acabo com você antes. Eu vou preso, mas mato você”.





Fonte: Portal CM7

Deixe seu Comentário