“É para me defender de ataques de facção rival”, diz foragido preso com arma

Ele ainda tentou enganar os militares dando nome falso

Foto: Rondoniaovivo
Anúncio

Alegando que era para se defender de ataques de membros do Primeiro Comando da Capital (PCC), o foragido da Justiça Anderson Ueslei F. C., 30, foi preso na tarde deste sábado (15) ao ser flagrado armado no condomínio Morar Melhor, localizado na zona Sul de Porto Velho (RO).

Policiais militares do 9° Batalhão foram ao local após receberem informações de que nas Ruas Cinco e Seis havia suspeitos armados. Com a chegada dos policiais, os suspeitos saíram correndo, mas Anderson foi preso com um revólver calibre 38 contendo seis munições no tambor e outras seis no bolso da bermuda dele.




Para os policiais, Anderson disse que a arma era para defender o território dele, haja vista que ontem (14) um grupo criminoso do condomínio Orgulho do Madeira, que integra o PCC foi ao Morar melhor e cometeu um ataque a tiros, ocasião em que dois moradores foram baleados.

Anderson tentou enganar ainda os militares, dando nome falso, mas foi descoberto que ele estava foragido da Justiça. O suspeito foi levado para a Central de Flagrantes.

 

Fonte: RONDONIAOVIVO

Comentários